Gabriel Zuqueto Amaral
www.gabrielzuqueto.eti.br

Como instalar Docker no CentOS

Neste post mostro como instalar o Docker no CentOS Linux, além de mostrar como utilizar sem sudo.

Como instalar Docker no CentOS

Esse post tem como objetivo ensinar de forma prática e simples, como instalar e utilizar o Docker no CentOS.

O que é Docker?

De forma simples, Docker é uma ferramenta que permite empacotar sua aplicação e dependências de forma a garantir sua execução correta em qualquer ambiente Linux.

Garante também a flexibilidade, portabilidade e escalabilidade da sua aplicação, podendo ser executada em nuvem pública, nuvem privada, servidores bare-metal e até mesmo em máquinas virtuais.

Pré-Requisitos do Docker

  1. Uma versão atualizada do CentOS 7

    O Docker pode ser executado em qualquer Linux que utilize o Kernel 3.10 ou superior, porém, se tratando do CentOS, está claro no site do Docker que, versões antigas não são testadas ou suportadas.

  2. O repositório centos-extras deve estar habilitado

    Por padrão este repositório já vem habilitado, mas se você o desabilitou, lembre-se de habilitá-lo novamente.

  3. 512MB RAM

    Sim, é possível executar o Docker em uma máquina com apenas 512MB RAM, contudo, você não conseguirá utilizar um grande número de containers, entre outros possíveis “problemas”.

    Há quem diga que o mínimo confiável são 2GB RAM, porém hoje utilizo em produção máquinas com 1GB RAM e as aplicações rodam perfeitamente, ainda com muita folga de memória.

    Cada caso é um caso, logo, vale a pena testar de acordo com a sua realidade. A mesma coisa vale para o processador.

  4. É recomando o uso do drive de armazenamento overlay2

    Esse drive pode ser utilizado com o sistema de arquivos ext4 (apenas RHEL 7.1), e com o xfs (RHEL 7.2 ou superior). O sistema de arquivos xfs precisa de algumas configurações a mais.

    Mais detalhes em: Use the OverlayFS storage driver

Removendo versões antigas do Docker

Versões mais antigas do Docker eram chamadas docker ou docker-engine. Se estes estiverem instalados, desinstale-os, juntamente com as dependências associadas.

$ sudo yum remove docker \
                  docker-client \
                  docker-client-latest \
                  docker-common \
                  docker-latest \
                  docker-latest-logrotate \
                  docker-logrotate \
                  docker-selinux \
                  docker-engine-selinux \
                  docker-engine

Tudo bem se o yum relatar que nenhum desses pacotes estão instalados.

O conteúdo de /var/lib/docker/, incluindo imagens, contêineres, volumes e redes, é preservado.

Instalando o Docker no CentOS

Existem várias maneiras de instalar o Docker:

  • Através do repositório oficial

  • Baixando o pacote RPM, instalando e mantendo atualizado de forma manual. É útil em situações como a instalação do Docker em alguma máquina ou sistema sem acesso à internet.

  • Utilizando scripts de instalação do Docker (recomendado apenas para ambientes de desenvolvimento e teste)

Nós iremos instalar o Docker CE (Community Edition) através do repositório oficial.

Instalando o Docker através do repositório oficial

Antes de instalar o Docker CE pela primeira vez em uma máquina host, é necessário configurar o repositório do Docker.

Após, você pode instalar e atualizar o Docker através do repositório.

Configurando o repositório

  1. Instale os pacotes necessários. yum-utils fornece o utilitário yum-config-manager, e device-mapper-persistent-data e lvm2 são requeridos pelo driver de armazenamento devicemapper.

     $ sudo yum install -y yum-utils \
       device-mapper-persistent-data \
       lvm2
    
  2. Utilize o seguinte comando para configurar o repositório estável (stable). Mesmo que queira instalar compilações edge ou test, você irá precisar do stable.

     $ sudo yum-config-manager \
         --add-repo \
         https://download.docker.com/linux/centos/docker-ce.repo
    
  3. Opicional: Habilite os repositórios edge e test. Esses repositórios estão incluidos no arquivo docker.repo porém por padrão vêm desabilitados. Você pode habilitá-los junto com o repositório stable.

    Para isso utilize os seguintes comandos:

     $ sudo yum-config-manager --enable docker-ce-edge
    
     $ sudo yum-config-manager --enable docker-ce-test
    

    Se você quiser desabilitar esses repositórios basta executar o comando yum-config-manager com o argumento --disable. Para habilitá-los novamente utilize o argumento --enable.

    Segue o comando para desabilitar o repositório edge.

     $ sudo yum-config-manager --disable docker-ce-edge
    

Leia mais sobre stable e edge

Instalando o Docker CE

Instale a última versão do Docker CE utilizando o seguinte comando:

$ sudo yum install docker-ce

Se for solicitado aceitar a GPG Key, verifique se o fingerprint é 060A 61C5 1B55 8A7F 742B 77AA C52F EB6B 621E 9F35, se for, aceite.

O Docker será instalado mas não inicializado. Além disso, o grupo docker será criado porém, nenhum usuário é adicionado nele.

Mais para frente veremos como adicionar usuários nesse grupo, assim evitando a utilização do sudo.

Vamos agora executar o Docker utilizando o seguinte comando:

$ sudo systemctl start docker

Verifique se o Docker está instalado corretamente executando a imagem hello-world.

$ sudo docker run hello-world

Esse comando faz o download de uma imagem de teste e a executa em um contêiner. Quando o contêiner é executado, ele imprime uma mensagem e sai.

O Docker CE está instalado e em execução, porém ainda é preciso utilizar o sudo para executar os comandos docker.

Utilizando os comandos docker sem sudo

Para que não seja necessário utilizar sudo toda vez que for executar um comando docker, você deve adicionar o usuário ao grupo docker.

Esteja ciente de que o grupo docker dá acesso equivalente ao do usuário root.

Para adicionar o usuário atual ao grupo docker utilize o seguinte comando:

sudo usermod -aG docker $USER

Para adicionar qualquer outro usuário ao grupo docker, basta trocar $USER pelo nome do usuário desejado.

Após, efetue logout e login novamente para que sua associação ao grupo seja reavaliada.

Se estiver testando em uma máquina virtual, pode ser necessário reiniciar a máquina virtual para que as alterações entrem em vigor.

Em um ambiente Linux de desktop, como o X Windows, efetue logout de sua sessão completamente e, em seguida, efetue login novamente.

Inicializando o Docker no boot

Para que o Docker inicialize junto com o sistema, basta executar:

$ sudo systemctl enable docker

Caso queira desabilitar a inicialização no boot:

$ sudo systemctl disable docker

Terminamos aqui o primeiro tutorial sobre Docker, deste blog. Espero ter ajudado. Qualquer dúvida, crítica ou sugestão deixe nos comentários.

Fontes:

Docker Docs

Docker Community Forums

https://gabrielzuqueto.eti.br/como-instalar-docker-no-centos 2018-12-31 17:00:00 -0200 gabrielzuqueto

Deixe seu comentário

Não perca mais nenhum post!

Cadastre-se e receba novos posts diretamente em seu e-mail.

Escolhidos para você

Como usar GitHub?
Como usar GitHub?

Como criar servidor para envio de e-mail em massa
Como criar servidor para envio de e-mail em massa

Segurança de servidores na nuvem da Digital Ocean
Segurança de servidores na nuvem da Digital Ocean